UPCOMING EVENTS: DIA MUNDIAL DA MICROBIOTA – 29 JUNHO 2024

UPCOMING EVENTS: DIA MUNDIAL DA MICROBIOTA – 29 JUNHO

A GENÉTICA CONDICIONA A ALIMENTAÇÃO

O teste de intolerância alimentar Myi4 da Overgenes

O teste de intolerância alimentar Myi4 analisa a presença ou ausência dos marcadores de risco implicados em 4 tipos de intolerâncias:

Intolerância permanente ao glúten (doença celíaca):

  • HLA‐DQA1
  • HLA‐DQB1

Intolerância à lactose ao deixar o organismo de produzir lactase (não persistência de lactase):

  • MCM6

Intolerância hereditária à frutose (estudo das mutações mais frequentes presentes em mais de 92% dos casos diagnosticados na população mundial):

  • ALDOB

Intolerância à histamina (histaminose alimentar):

  • AOC1
  • HNMT

Por que é recomendável realizar o teste Myi4?

Os sintomas das intolerâncias (ao glúten, à lactose e à frutose) são muito semelhantes. Por outro lado, a intolerância à histamina apresenta grande variedade de sintomas que dificultam sua identificação. Por isso, essa análise genética nos permite determinar a origem dos sintomas para tratá-los de forma personalizada e efetiva. Estudar como os grupos de alimentos afetam cada indivíduo poderia até mesmo evitar o aparecimento dos sintomas graças a um diagnóstico precoce.

Não invasivo

Uma vez na vida

Evidência científica

Intolerâncias alimentares

Apresentamos o teste Myi4

  • Myi4 é o único teste genético que permite determinar o risco de sofrer intolerância ao glúten, lactose (não persistência de lactase), frutose e histamina em uma única análise.
  • É um teste não invasivo. O DNA é obtido de uma amostra de saliva, de forma totalmente indolor e é adequado para qualquer pessoa e idade.
  • Realiza-se uma vez na vida, a genética não muda.
  • Myi4 analisa os marcadores genéticos com validade científica.
  • Tecnologia inovadora que oferece maior precisão e profundidade nos resultados.
  • Uma vez recebida a amostra no laboratório, você terá seus resultados em um prazo máximo de 20 dias.

Para quem é direcionado?

O teste Myi4 é recomendado para todos os profissionais cujos pacientes apresentem sintomas gastrointestinais e desconheçam a causa.

O teste também é recomendado para pessoas com suspeita clínica de alguma intolerância à lactose, frutose, glúten, histamina, ou com antecedentes de intolerâncias alimentares.

O que são intolerâncias alimentares?

Uma intolerância alimentar é uma reação adversa do corpo provocada pelo consumo de certos alimentos. Os sintomas de intolerância mais comuns são dor de cabeça ou estômago, diarreia, sobrepeso, fadiga crônica, inflamação das articulações e problemas de pele. A ingestão de alimentos com substâncias para as quais somos intolerantes provoca, pouco a pouco, problemas de saúde severos. Lamentavelmente, existe uma grande porcentagem da população sem diagnóstico.

SENTIR-SE BEM E DESFRUTAR COMENDO GRAÇAS A MYI4

Alguns sintomas das intolerâncias alimentares

Além dos sintomas principais, essas intolerâncias se associam a diferentes sintomas que desaparecem com uma dieta apropriada; alguns deles são:

  • Diarreia, dor abdominal, indigestão, gases, inchaço, distensão abdominal, evacuações frequentes, moles e com odor muito forte.
  • Falta de apetite, anorexia, anemia e perda de peso.
  • Psoríase, dermatite herpetiforme, queda de cabelo e unhas fracas.
  • Infertilidade tanto masculina quanto feminina, menstruações irregulares, menopausa precoce, etc.
  • Cãibras musculares, fibromialgia, dores nos ossos e articulações e osteoporose.
  • Problemas de coordenação e movimento, ataxia por glúten.
  • Dores de cabeça, enxaquecas, fadiga, irritabilidade e depressão.
  • Diabetes tipo 1, hepatite autoimune, artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico e síndrome de Sjögren.
  • Doença de Addison. Em crianças, além disso, pode causar crescimento menor e falta de ganho de peso.
  • A intolerância à frutose provoca hipoglicemia e o consumo de frutose pode causar danos irreversíveis no fígado e nos rins.
  • A intolerância à histamina pode provocar sintomas muito diversos que, além disso, podem variar em uma mesma pessoa: gastrointestinais, respiratórios, cardiovasculares, reprodutivos, cutâneos e do sistema nervoso.

A doença celíaca

É uma patologia autoimune com predisposição genética, determinada por vários alelos do sistema HLA. A presença desses alelos provoca uma reação adversa ao glúten em algumas pessoas. O glúten é uma proteína presente no trigo, centeio, cevada e produtos derivados desses cereais.

A celíaca se caracteriza pela atrofia das vilosidades da mucosa intestinal e pela má absorção de nutrientes por exposição ao glúten, o que leva à desnutrição e problemas intestinais, entre outros.

Intolerância à lactose

A intolerância à lactose (açúcar do leite) é muito frequente, geralmente causada por um déficit de lactase (hipolactasia) que se adquire com a idade. Quando a atividade dessa enzima é muito baixa, a lactose não pode ser digerida, provocando dor abdominal, flatulência e diarreia. A diminuição na produção de lactase com a idade está determinada geneticamente.

A intolerância hereditária à frutose (IHF) ou fructosemia

A IHF é uma doença genética em que existe uma deficiência de aldolase B, enzima que permite a metabolização da frutose. Essa patologia impede a digestão correta de qualquer alimento que contenha frutose, sacarose ou sorbitol. O consumo de alimentos com essas substâncias pode provocar hipoglicemias graves e insuficiência hepática e renal grave.

Intolerância à histamina

A intolerância à histamina é uma doença causada pela incapacidade do organismo de degradar a histamina. Dessa forma, ela se acumula no plasma e se liga aos receptores de histamina espalhados pelo corpo, provocando sintomas muito diversos que afetam vários órgãos. A degradação de histamina é realizada no intestino pelas enzimas DAO e HNMT, cuja atividade e capacidade de degradação são afetadas pela genética.

CONTATO

Tem alguma dúvida?
Entre em contato conosco.

NOVO PRODUTO

MyMICROBIOME

Teste de microbiota intestinal